"A República dos bacharéis"

Nada menos que 22 advogados chegaram à Presidência da República desde 1889.
Não à toa, o país ganhou o apelido de “República dos bacharéis”. Relembre:

1

Prudente de Morais 

O paulista foi o primeiro civil a assumir a Presidência da República, e também o primeiro a ser escolhido por eleição direta.

(1894 a 1898)

2

Campos Sales 

Formado pela Faculdade de Direito de
São Paulo, hoje a USP, na mesma turma
de Prudente de Morais, Campos Sales foi
o quarto presidente da República
 e segundo civil.

(1898 a 1902)

3

Rodrigues Alves 

O terceiro presidente civil do país também se formou na Faculdade de Direito de São Paulo, na mesma turma de Ruy Barbosa, Joaquim Nabuco, Castro Alves e de...

(1902 a 1906)

4

Afonso Pena

Mineiro de Santa Bárbara, Afonso Pena exerceu advocacia antes de se eleger.
Não terminou seu mandato como presidente: morreu de pneumonia
 no Palácio do Catete.

(1906 a 1909) 

5

Nilo Peçanha 

Estudou na Faculdade de Direito de São Paulo e depois na Faculdade do Recife, onde se formou. Pode ou não ter sido o primeiro e único presidente negro do país.

(1909 a 1910)

6

Venceslau Brás

Depois de também se formar pela USP, Venceslau Brás voltou a Minas Gerais para atuar como advogado e promotor público, antes de virar prefeito de Monte Santo
de Minas.

(1914 a 1918)

7

Delfim Moreira 

Eleito vice-presidente na chapa de Rodrigues Alves, assumiu a Presidência
em virtude do falecimento daquele, vítima da gripe espanhola, até a convocação
de novas eleições.

(1918 a 1919)

8

Epitácio Pessoa 

Bacharel pela Faculdade de Direito do Recife, Epitácio Pessoa ficou conhecido
por reprimir a Revolta dos 18 do Forte
de Copacabana.

(1919 a 1922)

9

Artur Bernardes 

Mais um bacharel da USP na Presidência, Bernardes teve de enfrentar a coluna Prestes e ainda lidar com uma guerra civil no Rio Grande do Sul.

(1922 a 1926)

10

Washington Luís

Último presidente da República Velha, o "paulista de Macaé" foi deposto vinte e um dias antes do fim do seu mandato, por um golpe militar.

(1926 a 1930)

11

Júlio Prestes

Formado em Direito pela USP, Prestes foi impedido de assumir a Presidência, apesar de eleito, porque um golpe entregou
o poder a ...

(não assumiu)

12

Getúlio Vargas

O "pai dos pobres" fundou a segunda República e governou por 20 anos. Antes disso, formou-se em Direito pela Faculdade Livre de Direito de Porto Alegre.

(1930 a 1945 - 1951 a 1954)

13

José Linhares

Era presidente do Supremo Tribunal Federal quando foi convocado a assumir a Presidência e garantir as eleições.
Ocupou o cargo por 3 meses e 5 dias.

(1945 a 1946)

14

Café Filho

Trabalhou como jornalista e jogador de futebol na juventude. Não se formou em Direito, mas passou no concurso para advogado do Tribunal de Justiça de Pernambuco.

(1954 a 1955)

15

Carlos Luz

Ocupou a Presidência por apenas três dias, sendo o presidente menos longevo do Brasil. Formou-se em Direito na Faculdade Livre de Direito de Minas Gerais,
em Belo Horizonte.

(1955)

16

Nereu Ramos

Um pouco mais resiliente que seu antecessor, ocupou a Presidência por dois meses. Foi o único natural de Santa Catarina a exercer o cargo. Também formado pela USP.

(1955 a 1956)

17

Ranieri Mazzilli

Esse advogado paulista ocupou a Presidência por apenas 13 dias, duas vezes: uma, após a renúncia de Jânio Quadros,
em 1961; e a outra, já na ditadura militar,
 em 1964.

(1961 e 1964)

18

João Goulart

Formou-se em Direito na Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 1939. Foi deposto pelo Golpe Militar de 1964.

(1961 a 1964)

19

Pedro Aleixo

Formado pela Faculdade de Direito de Minas Gerais em 1922, foi impedido de tomar posse da Presidência da República pela junta provisória na ditadura.

(não tomou posse)

20

Tancredo Neves 

Natural de São João del-Rei, formou-se
em direito pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais. Morreu antes de assumir a Presidência.

(não tomou posse)

21

José Sarney

Formado em direito na Universidade Federal do Maranhão em 1953, Sarney assumiu a Presidência após Tancredo Neves morrer antes de tomar posse.

(1985 a 1990)

22

Michel Temer 

Alçado à Presidência após o impeachment de Dilmar Rousseff, Temer foi advogado e procurador do estado de São Paulo por mais de 20 anos.

(2016 a 2019)